Rua do Xisto nº 150,
4475-509 Nogueira Maia

(351) 913 089 277
geral@centroanastacia.com

Cerimonia de Palo nos santeiros

|
Escrito por Okanbi / Omo Aggayú

 palo monte

 

A todos os Abures (irmãos) desta religião. A cerimónia de iniciação em Palo Mayombe considera-se uma apresentação do iniciado ao morto. Trata-se de um pacto entre a pessoa e o morto, ou considerado também o seu protetor espiritual que se encontra em Ara Onó (céu), e que deseja ajudar o ser vivo na sua caminhada. O processo de unificação entre ambos é complicado, e cheio de oferendas e missas espirituais e varia de casa de Palo. Por norma o iniciado tem o seu quadro espiritual incompleto, por isso precisa de unir o que ficou desunido. Outras vezes um Santeiro que foi coroado, deve fazer raspagem em Palo para a sua vida correr melhor, ou que tenha sido pedido.

santeria ou santaria cubana em PortugalOutras vezes determinadas casas de Santo, fazem esta cerimónia antes da consagração de Ocha, mas ambas não tem consequência nenhuma para o iniciado. Para começar, é preciso aclarar determinadas ideias sobre o Palo. Quando fazemos uma coroação em Ocha, e em seguida é nos dito que necessitamos de raspar ou coroar os nossos mortos em Palo, isto significa que é para o seu uso pessoal, e não tem de atender ninguém. No entanto, tem a mesma força e conotação de uma verdadeira cerimónia. Se uma pessoa foi coroada antes de fazer Osha, e não recebeu a sua prenda de Palo, não há obstáculo algum para que o seu Padrinho de Palo possa entregar. Quando o Padrinho de Palo é o mesmo de Osha, desta forma estará sempre em ligação entre as duas vertentes.

Entendo que o morto é quem decide sobre a vida antes do Orichá, por isso é muito importante ter sempre bem alimentado e perto. Muitas vezes é para livrar de algo que pode trazer muitos problemas no futuro, e noutras situações é o nosso caminho. O morto pode muitas vezes ser um Eggungun (uma pessoa falecida do nosso antepassado) ou um Eggun Buru (um morto que nos atrasa a vida, pois, algo fizemos no passado). Estes casos, precisam de ser resolvidos, para evitar problemas e atrasos na sua vida.

O Palero aprende a interpretar isso, e a dar uma solução definitiva ao problema. Outras vezes sem ter feito a coroação espiritual o Santeiro mesmo depois de ter recebido os Orichás, enfrenta muitos problemas na sua vida, não por falta com os Orichás, mas por não ter cumprido com os mortos. Aprendam que antes do Orichá, há o morto.

Okanbi

Com a bênção do meu Pai Aggayú e Yemanjá.

Para qualquer outra questão sobre este texto, pode-nos escrever para o nosso correio eletrónico e darei mais explicações ou retirarei dúvidas.

 

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Categoria: