Rua do Xisto nº 150,
4475-509 Nogueira Maia

(351) 913 089 277
geral@centroanastacia.com

Mestre artes marciais igual a um terapeuta de Reiki?

|
Escrito por Sérgio Silveira

Mestre de artes marciais igual a um Terapeuta de Reiki?

Hoje irei falar das habilidades energéticas de um mestre de artes marciais. Muitas pessoas não sabem que no Japão, muitos mestres de Karaté, Aikido, Judo e outras artes marciais são excelentes terapeutas energéticos, equiparando-se aos mestres de Reiki atualmente. Essa capacidade não é aprendida como hoje fazemos em formações de Reiki, mas no treino mental e físico como muitos praticantes de artes marciais fazem diariamente. Na Tailândia o kickboxing e o Muay thai detêm ensinamentos de cura pelas mãos, em casos de lesões de músculos e ossos, equiparando ao ensinamento dado aos terapeutas de Reiki atualmente.

Muitos antigos mestres de artes marciais, defendem que as artes marcais são um caminho para a clareza e aprofundamento espiritual de um praticante. Isso é conseguido através da disciplina do corpo e da mente. Os exercícios de aquecimento e alongamentos, são parecidos aos exercícios energéticos do Tai-Chi chinês e do Ki-Kong-Do japonês. As técnicas ensinadas além de sabermos defender de adversários e aprendemos técnicas de defesa e de ataque, são ditas imensas vezes que só serão aplicadas em último recurso. Isso porque ao sabermos que podemos derrubar com facilidade o adversário, a consciência obriga a criar alternativas para evitar o confronto. É assim, desta forma que muitos mestres de artes marciais, detêm uma filosofia de vida pacifica e colocada em princípios básicos de uma vida saudável, tanto fisicamente como mentalmente. A meu ver colocam muitos dos princípios Reikianos em prática, por exemplo ser honesto, não se preocupar, ser trabalhador e aplicado, respeitar todos os seres vivos, não se aborrecer ou zangar e honrar os mais idosos. São um exemplo para a comunidade e para todos os alunos, e conseguiam o respeito pela dedicação e treino.

Ao trabalhar o corpo por exemplo no kickboxing, além de tonificar músculos e perder peso, acabamos por ser mais ágeis, mais rápidos e desta forma obtemos a capacidade mental de pensar com mais calma, ser mais tolerantes, aumentamos a capacidade de memorização e aumentamos a autoestima, a humildade e a capacidade de perceção.

Assim já podem perceber que as duas modalidades (artes marciais e terapias energéticas) são similares no desenvolvimento e evolução do praticante. E para terminar como diz o meu mestre de kickboxing Luís Delalande, em tom de brincadeira “nós no kickboxing colocamos as nódoas negras, e vocês no Reiki colocam as mãos para retirar as dores”. 

Autor: Sérgio Silveira, fundador da Anastácia Centro Terapias Alternativas e Presidente da APRE Associação Portuguesa de Reiki Essencial.

 

 
 
 
 
 
 
 
 

Comentários   

#5 Emilia Cruz 15-02-2018 09:30
Como sempre aprendendo com o meu mestre obrigada Beijinhos Docinhos
Citar
#4 Sandra Rocha 15-02-2018 09:30
Muito bom
Citar
#3 Gisele Ferreira 15-02-2018 09:29
Concordo plenamente. Tive um companheiro, mestre em artes marciais go shin jutsu, 1*Dan, karaté faixa preta, aikido. Sem sombra de dúvidas, a força energética é como o Sérgio definiu. Peço desculpas se não nomeei bem as artes. OSS.
Citar
#2 João Monteiro 14-02-2018 14:28
Muito bom... abraço
Citar
#1 Joel Fonseca Reis 14-02-2018 14:27
Excelente artigo, a maior parte das artes marciais apela sem dúvida a coordenação, equilíbrio dos hemisférios cerebrais, músculos, energia, ... O kickboxing nunca experimentei, nem sei se gosto, mas algo que não me sai da cabeça é tai chi. Acalma, mas trabalha todos músculos, ficando KO.
Citar

Comentar


Código de segurança
Atualizar